AS FEIRAS DE CIÊNCIAS COMO DISSEMINADORAS DE CONHECIMENTOS

Um relato de experiência

Autores

  • Priscila Milan Rodrigues IFSULDEMINAS – Campus Machado
  • Carla Aparecida da Costa Escola Estadual Gabriel Odorico
  • Fabiana Lúcio de Oliveira IFSULDEMINAS – Campus Machado

Palavras-chave:

Educação científica; Aprendizagem lúdica; Residência Pedagógica.

Resumo

O ensino ao longo dos anos sofreu uma série de mudanças, sobretudo no enfrentamento de uma pandemia, situação a qual estamos vivendo. As aulas de Ciências, tendo em vista uma forte resistência no ensino tradicionalista, podem se tornar desmotivadoras, e os alunos podem não absorver o conteúdo de maneira efetiva. As Feiras de Ciências no âmbito escolar, mesmo já sendo populares desde a década de 60, se consolidaram apenas na década de 90, somente nessa década, elas passaram a ser vistas como uma metodologia de aprendizado, pois antes eram usadas somente para a socialização do aluno com a escola. Feiras de Ciências podem trazer vantagens para a escola, uma vez que expor os conteúdos de maneira lúdica pode favorecer, e muito, o aprendizado.

 

 

Arquivos adicionais

Publicado

29-08-2022

Como Citar

RODRIGUES, P. M.; COSTA , C. A. da; OLIVEIRA , F. L. de . AS FEIRAS DE CIÊNCIAS COMO DISSEMINADORAS DE CONHECIMENTOS: Um relato de experiência. Anais Educação em Foco: IFSULDEMINAS, [S. l.], v. 2, n. 1, 2022. Disponível em: https://educacaoemfoco.ifsuldeminas.edu.br/index.php/anais/article/view/295. Acesso em: 13 jun. 2024.

Edição

Seção

Licenciatura em Ciências Biológicas