SEDENTARISMO EM ESTUDANTES DO ENSINO MÉDIO DURANTE A PANDEMIA DA COVID-19

Autores

  • Guilherme Oliveira
  • Alex Navarro da Silva

Palavras-chave:

Atividade física; Sedentarismo; Educação física escolar; Saúde.

Resumo

Direcionamos o eixo central da presente pesquisa para verificar, durante o período pandêmico, o nível de sedentarismo de estudantes. Foi utilizado o questionário IPAQ, versão longa, por meio da ferramenta digital Google Forms. Os participantes foram alunos do ensino médio integrado de uma instituição de ensino federal, na cidade de Muzambinho/MG. Foi proposta uma coleta de dados que pretendeu captar o tempo semanal gasto em atividades físicas nos mais diversos contextos do cotidiano dos adolescentes, como: trabalho, transporte, tarefas domésticas e lazer e, ainda, o tempo despendido em comportamentos sedentários, como muito tempo sentado e a ausência de prática de atividades físicas regulares. Os adolescentes foram classificados, segundo o IPAQ, como 90 % sendo ativos, ou seja, que seguem a recomendação de atividades físicas propostas pela Organização Mundial da Saúde (OMS), e os outros 10 % foram classificados como sedentários ou irregularmente ativos.

Arquivos adicionais

Publicado

29-08-2022

Como Citar

OLIVEIRA, G.; SILVA, A. N. da. SEDENTARISMO EM ESTUDANTES DO ENSINO MÉDIO DURANTE A PANDEMIA DA COVID-19. Anais Educação em Foco: IFSULDEMINAS, [S. l.], v. 2, n. 1, 2022. Disponível em: https://educacaoemfoco.ifsuldeminas.edu.br/index.php/anais/article/view/499. Acesso em: 13 jun. 2024.

Edição

Seção

Licenciatura em Educação Física